Tenho dias de nevoeiro cerrado,

(...) ventania camponesa e choro desmedido. Tenho dias que são ensolarados, frágil brisa e sorrisos apetecidos. Tenho dias que desperto com ela do meu lado, a nostalgia, mas tem outros que a alegria é a melodia que recreia o meu dia.

Tenho dias que os meus sonhos comandam-me mas outros de difícil resolução estendem-se, abruptamente, pelo chão. Tenho dias que não saio de casa, permaneço enclausurada e tem outros que desfilo, observo e encanto-me como uma criança.

Tenho dias que assemelho-me a um delicado papagaiozinho de papel, dispersando-se por mundos encantados e tem outros que não saio  da cama, adormeço e desperto nas horas do dia que detenho. Tenho dias que se prolongam pela noite e tenho noites que se alongam pelo dia. Insonias são o nome que os apelido.

Tenho dias cujas horas e segundos entorpecem-me o pensamento e tenho outros que reversamento iluminam o meu raciocínio.

Tenho dias de aromas subtis e delicados outros de fragrâncias intoleráveis. Tenho dias que se assemelham a flores de odores aprazíveis e outros de tonalidade negra, sombria. 

Tenho dias de devaneio, tenho dias de lucidez. Tenho dias que quero tudo e, outros que não quero nada. 

Tenho dias de excelsos e outros de carência não apetecida. Tenho dias que são rios de esperança, são nascentes amainadas que me fazem enlouquecer  mas tenho outros dias que são mares enfraquecidos, portes de abrigo, refugio escolhido em horas de sofrimento.

Tenho desejos. Tenho sonhos. Às vezes não tenho nenhum dos dois. Sou uma mulher esquecida.

Tenho carinho.  Tenho amor, imenso, para dar e receber. Tenho instantes, momentos que gostaria de esquecer e, outros momentos que quero perpetuar (.....) e t e r n a m e n t e !

Comentários

  1. O que importa é viver cada um desses dias intensamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana,
      Sempre, em todos os dias da minha vida.

      Agradecida pela sua presença e suas palavras.

      Ana

      Eliminar
  2. Viver a vida intensamente é primordial ,pois nela existe a palavra tempo que passa incessantemente e que tantas marcas nos deixa ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Emanuel,
      Veras as suas palavras. Uma vivência protagonista é um tumulto de emoções à tonalidade da pele.

      Agradeço o seu carinho.
      Ana

      Eliminar

Enviar um comentário

Ballet's Mais Admirados