O amor é o sentimento mais sublime


... carinhoso, terno, meigo ... mas, no meu entender, o mais débil, diversificado e, complexo, também ...

Irrequieto, travesso e, desassossegado, apresenta-se de dissemelhantes formas. Por vezes, quando observo o olhar e o sorriso doce de uma criança, outras, quando proporciono um afago ou uma ternura a um idoso e, ainda por delicadas e, ternas palavras escritas ou faladas à paixão que nutro pelo meu semelhante.

Sem data, hora ou instante reservado de chegada o seu aparecimento é sempre surpreendente e, desejado …

A sua permanência diminuta ou prolongada é deliciosamente sentida, apetecida e, a sua partida, usualmente, perceptível fazem deste sentimento uno e, detentor de quem proporciona e, ou beneficia da sua estadia.

Existem palavras diversificadas que possuem a tonalidade, aroma e, acções que proporcionam reconhecer perceptivelmente e, definir esse tipo de amor sentido e, vivido.

No entanto, confesso que o amor obstinado e, fiel que sinto pela vida é similarmente presença assídua no reflexo da forma como vivo, penso e, sinto e, que permite-me apreender, constatar e, desfrutar de molde especial, dissemelhante, as formas de amor que nutro e, possuo também…

Comentários

  1. Deusa das Palavras Doces, vim sorver um tantinho do que você proporciona e, lhe digo que é bom.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. O amor é assim mesmo Ana!
    ...Chega se instala e dasarruma nossa casa.
    O amor é assim!....acalma e desatina.

    Um forte abraço de mim para si Bailarina.

    saudades desta bailarina que rodopiou ao som deste coração desassossegado.rs

    ResponderEliminar
  3. Bendito o AMOR que sente pela VIDA.
    Ame as palavras, ame os seus atos,
    os seus recatos, ou expansões,
    ame as ideias, sozinha ou a meias,
    ame os seus sentires, os seus sonhos,
    os seus devires, tristes ou risonhos.
    VIVA!
    AME!
    AME A VIDA!
    VIVA AMANDO!
    SEMPRE!
    ETERNAMENTE!

    ResponderEliminar
  4. Guará Matos,
    Agradecida. :)

    Acomode-se e, sinta-se aprazível no meu Ballet de Palavras.

    Um delicado e, ténue dia para si.

    Ana

    ResponderEliminar
  5. IT Querida,
    A sua presença sempre modelada por ternura e, doçura engrandecem o meu Ballet de Palavras.

    Um laço sorridente de mim para si.

    Ana

    ResponderEliminar
  6. Joe Ant,
    Muitíssimo agradecida pelas suas belíssimas palavras. De facto, o amor que sinto pela vida, pelas pessoas que me são próximas e, por tudo o que me rodeia é enorme.

    Sabe Joe?! Tenho por hábito comparar a Vida a um enorme palco de sensações e, nesse sentido privar dela é a maior de todas as emoções.

    Desejos de um dia tranquilo e, requintadamente emotivo.

    Ana

    ResponderEliminar
  7. Filho,
    Que surpresa agradável o teu blogue. E, que comentário lindo o teu. Sabes, Filho?! O AMOR que a mãe descreve no texto traja-se de diferentes roupagens como a mãe imensas vezes te ensina, tu apreendes e, ambos sentimos muitas vezes no nosso dia-a-dia.

    E, no entretanto, existe o sentimento mais intenso e, permanente … O amor de mãe! O amor lindo que possuo e, sinto de ti e, por ti também.

    Todos os dias, todos os momentos e, instantes o nosso amor se fortalece pelo carinho, ternura, confiança e, respeito que sentimos e, gozamos. TU moras para sempre no lado esquerdo do peito da mãe.

    Filho ?! Amo-te do coraçãozinho para sempre … e, mais além … :)

    Mil beijinhos carinhosos da tua mãe ...

    Mãe

    ResponderEliminar
  8. Amor é algo que nao se ve e apenas se sente..
    muitas vezes em silencio,,muitas vezes com dor..
    muitas vezes reprimido e por si só apenas sentido,,
    Amor é a amizade que une...
    sabe-se e sente-se..
    MF

    ResponderEliminar
  9. Mário,
    Que sentimento lindo e, expresso no lado esquerdo do seu peito.

    A sua presença no Ballet de Palavras é um prazer no sentimento de amizade que nos une.

    Um laço enovelado de mim para si.

    Ana

    ResponderEliminar
  10. partilho da opinião do nuno. realmente a forma como escreve é grandiosa e exprime bem aquilo que realmente pensamos/sentimos/vivemos.. basicamente, o importante é isso certo? a forma de um bom texto nao é escreve-lo, é senti-lo. só assim faremos com que o nosso texto chegue a todas as outras pessoas :) beijinhos. gosto sempre de ler o seu blog

    ResponderEliminar
  11. Cátia,
    Agradecida. O sentimento aprazivel no lado esquerdo do seu peito na leitura do meu blogue é semelhante ao sentimento que nutro na leitura do seu.

    Um beijinho e, um sorriso de mim para si.

    Ana

    ResponderEliminar
  12. Simplesmente magnifica e perfeita !!! Sentimento grande e belo. Parabéns ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Berto,
      Agradecida pela sua presença no meu "Ballet de Palavras" e, lisonjeada pelas suas ternas e, doces palavras.

      O amor é sim ! Um sentimento de uma beleza inexplicável.

      Ana

      Eliminar

Enviar um comentário

Ballet's Mais Admirados